Área de Intervenção


Enquadramento

A ARU (Área de Reabilitação Urbana) de Viseu, foi definida com vista à valorização, reabilitação e proteção especial de zonas patrimonialmente relevantes, mas social e economicamente deprimidas e com especial potencial de reabilitação urbana.
A Área de Reabilitação Urbana de Viseu compreende o Centro Histórico de Viseu, o Bairro Municipal, a Zona da Ribeira e a Cava de Viriato. Com uma área de cerca de 103,7 hectares, contempla 1 154 edifícios e 66 quarteirões.
O Centro Histórico de Viseu abrange uma área equivalente a cerca de 25,4 hectares, envolvendo 628 edifícios, dos quais 152 estão em mau estado de conservação, sendo a maior percentagem do edificado anterior a 1950. No período de 2006 a 2013, foram reabilitados, por ação da Viseu Novo, 11 edifícios que envolveram um investimento global de cerca de 4,8 milhões de euros, entre despesas de reabilitação e custos de aquisição.
A Zona da Ribeira apresenta características construtivas muito próprias, com algumas semelhanças ao edificado existente no Centro Histórico, nomeadamente a presença de alvenaria de granito no piso térreo e pisos superiores em tabique revestido a argamassa pobre.
Dentro dos limites da Cava de Viriato existem 125 edifícios, parte dos quais já foram objeto de reabilitação, havendo contudo uma percentagem significativa de construções a necessitar de intervenção.
No Bairro Municipal, dos 90 edifícios existentes, 45 apresentam-se em elevado estado de degradação. Em Janeiro de 2015 o projeto “Recuperação dos telhados, portas e janelas das casas habitadas” do Bairro Municipal ganhou o primeiro Orçamento Participativo de Viseu, as obras foram já iniciadas e serão contempladas 8 casas.