Noticias SRU

Notícias

Viseu debate práticas de reabilitação urbanas

As práticas de reabilitação de Centros Históricos em Portugal recomendam-se? Que novos desafios se colocam aos centros urbanos antigos – de proteção de património, construção sustentável ou valorização turística? Que boas práticas ou exemplos inspiradores podemos seguir? O que dizem especialistas e responsáveis?

 

O Município de Viseu promove o debate em busca das melhores respostas, sexta-feira, 17 de abril, véspera do Dia Internacional dos Monumento e Sítios.

 

Integrada no ciclo “Para que serve um sítio Património da Humanidade?”, a conferência “Práticas de Reabilitação de Centros Históricos: recomendam-se?” elege como tema central os atuais desafios e as boas práticas de proteção e valorização do património e de reabilitação de centros urbanos antigos em Portugal.

 

Para Almeida Henriques, presidente da Câmara Municipal de Viseu, “este é um debate nacional que importa despertar. Os desafios das cidades históricas estão muito ligados à valorização do seu património e à sua revitalização económica. O arranque do PORTUGAL 2020 justifica um novo ciclo de reflexão e Viseu quer aprender com os melhores casos.”

 

O evento juntará especialistas com experiência relevante em várias cidades, como Raimundo Mendes da Silva, coordenador da candidatura “Universidade de Coimbra - Alta e Sofia” à UNESCO e especialista em reabilitação de centros antigos, ou Rui Loza, coordenador da candidatura do Centro Histórico do Porto à UNESCO e diretor do antigo CRUARB.

 

Teresa Duarte, responsável técnica de planeamento e reabilitação urbana em Lisboa, Vitor Mestre, Sofia Aleixo e Carlos Fortuna, especialistas em diferentes dimensões de políticas de reabilitação de centros antigos, são outros dos oradores confirmados.

 

O evento juntará ainda responsáveis nacionais, regionais e locais para responder à questão do futuro da reabilitação urbana em Portugal, abordando temas ligados aos desafios da harmonização dos usos económicos e sociais com os objetivos de salvaguarda patrimonial, à classificação internacional e à valorização turística e ao financiamento (designadamente no âmbito do PORTUGAL 2020).

 

Neste âmbito, são oradores confirmados Miguel Castro Neto, Secretário de Estado do Ordenamento do Território e Conservação da Natureza, Ana Abrunhosa, Presidente da CCDR Centro, Álvaro Santos, Presidente da SRU do Porto, Celeste Amaro, Diretora Regional de Cultura do Centro.

 

(ver Programa)